Buscar

Cadê?

Salabim salabá Salabim bum bá É 1, é 2 e é 3 e já

As palhaças por aquela porta agora vão entrar!

E foi num passe de mágica que entramos no quarto da grande misteriosa e encantadora de palhaças, a Ana. Ainda na porta de seu castelo, ela nos chamou com sua voz doce, que mais parecia o canto da sereia, ficamos seduzidas pelo som e buscando-o. Naquele momento, nosso olhar cruzou com o dela e foi hipnose imediata. Ela dizia:

Quero minha surpresa.

Brisa num golpe de vista sacou seu instrumento e se pôs a cantar canções marítimas. Eu, Zabeinha, procurei a surpresa no armário, embaixo da cama, dentro da bolsa da mãe e nada, ela repetia:

Eu quero minha surpresa.

Eu não tinha reparado, mas a surpresa estava viva dentro do meu bolso pulando dando saltos, rodopios e latindo sem parar. O fato é que toda vez que ela canta para os peixes o Lambari aparece. Num estalo, ele pulou do bolso direto para a cama da Ana. Comeu o pão, tomou o leite e até vestiu suas calçolas, por fim estranhou a encantadora e começou a latir. Não conseguimos contê-lo, e ele ainda viu a enfermeira passar no corredor e saiu em disparada atrás dela. Dizem que estão até agora no corredor do 10º andar do HC. Francamente!

Dra. Zabeinha


  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon