Buscar

Não dá para falar sério?


Dra. Luba e Dr. Risoto andam pesquisando para bestados (digo, para mestrado!) e, por isso, os dois estão juntando pistas, averiguando documentos, atestados, datas de nascimento e os nomes completos dos idosos tratados nos hospitais onde atuam. Alguns dos primeiros nomes e, até mesmo, sobrenomes e apelidos são iguais aos nomes das crianças que também atendemos. Daí, a hipótese filosófica: seriam os idosos crianças disfarçadas, mudadas de hospital para hospital enquanto o tempo passa? Ou seriam as crianças os idosos desenhados mais rapidinho, sem tempo nenhum? Os besteirologistas fizeram a pergunta para as equipes médicas geriátricas e pediátricas de cada hospital onde o Hahaha trabalha. A resposta foi quase unânime: "ah, esses palhaços! A gente nunca sabe quando estão falando sério!".

Texto: Francis Severino, o Dr. Risoto de Carne Moída. Para ler mais casos como este acesse nosso bobolog via http://www.institutohahaha.org.br/noticias-2.

#PraTodosVerem: Dr. Risoto sendo epurrando na cadeira, enquanto ele acena para um médico que está no corredor. Dra. Luba conversa com o homem dque está empurrando a cadeira. Fim da descrição.