Buscar

palhaços atendem por teleconsultas durante a pandemia

Instituto Hahaha realiza intervenções artísticas em hospitais, ILPI’s e UAI’s. Durante o isolamento social, artistas fazem teleconsultas e vídeos para atender esse público



Toc, toc, toc. Pedindo licença para entrar, os palhaços do Instituto Hahaha há oito anos tocam as portas e os corações de crianças, adolescentes, idosos, acompanhantes e profissionais em hospitais, Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI´s) e Unidades de Acolhimento Institucional (UAI’s). No enfrentamento a pandemia, impedidos de atender presencialmente, esse convite para o riso é de forma diferente: por meio das Teleconsultas Hahaha.


Os palhaços chegam semanalmente pelas TV’s, celulares ou tablets, com o apoio de cada instituição. A arte é uma importante aliada durante o isolamento social e faz com que os afetos possam ser disseminados a distância. Pacientes podem agendar pelo WhatsApp consultas com os médicos palhaços por chamadas de vídeo. O objetivo é entrar nos hospitais, ILPI’s e UAI’s sem estar fisicamente, e levar um respiro em meio aos desafios de cada um neste momento.


Entre os espaços contemplados estão: Hospital das Clínicas-UFMG, Santa Casa BH, Hospital da Baleia, Hospital João Paulo II - Rede Fhemig, Hospital João XXIII - Rede Fhemig - BH, Instituto Geriátrico Afonso Pena - IGAP, Hospital Paulo de Tarso, Casa dos Pequenos e Casa Tremedal, da Associação Irmão Sol; e o Hospital Márcio Cunha (FSFX), em Ipatinga. As intervenções artísticas presenciais aconteciam de forma contínua e individual, durante o ano inteiro, por uma dupla ou trio de palhaços.