Buscar

a Volta


As férias acabaram e eu fico imaginando o que cada besterologista andou fazendo nesses dias de folga. Eu já estava com saudade e para minha alegria a reencontrei no Hospital da Baleia, que é todo rodeado por árvores, mata e plantas. Assim, no meio dessa natureza toda, ela surgiu com passos leves e ágeis como de uma ave, uma postura ereta que parecia que ela andava equilibrando um livro na cabeça. E a roupa?, ah… um clássico preto e branco, de bolinhas, ou como ela mesmo dIz : um poá. Se você ainda não sabe de quem estou falando, basta lembrar qual é a doutora mais elegante do Instituto Hahaha, ninguém mais que Dra. Suzete Marie!

Estávamos a iniciar os atendimentos mas antes de tudo ela resolveu me ensinar a cumprimentar as pessoas. Parecia ter feito algum curso de férias de etiqueta em Paris ou no YouTube, e começou a me explicar fazendo demonstrações: “você deve fazer assim!”.

Dra Suzete dobrou o tronco e inclinou o pescoço pra frente. Depois juntou os braços perto da costela que ficou como se ela tivesse asas e teu traseiro para trás ficou parecendo uma cauda! Aquela médica besterologista fazendo aquilo com uma roupa cheia de bolinhas brancas. Eu não sei o que aconteceu, mas eu de repente comecei a ver foi uma galinha d'angola em vez da Dra. Suzete. Aquilo foi engraçado, não só eu mas todo mundo ria. Eu pedia pra ela repetir como que fazia o cumprimento e todos ríamos mais ainda. Então, comentei sinceramente: “Dra. Suzete, você tá parecendo é uma galinha! Com essa roupa e esse jeito é da raça d'angola”. Ela ficou brava e saiu correndo feito bicho atrás de mim!


Texto: Dra. Rosa Daniela Rosa) Foto: Fabiano Lana