Buscar

Quem é ela, quem é?



Ela tem corpo de sereia, canta feito cigarra, imita boi, onça e cavalo de raça. Ela existe com uma, duas, três, quatro ou mais cordas. Uns dizem que ela vem do Oriente, outros dizem que ela é daqui mesmo, das Minas nossas. Ela faz o povo dançar forró, não dá ponto sem nó. E para tocar suas cordas, usamos crina de cavalo amarrada num arco adornado com cera, esfregamos o tal arco nas cordas até sair dela som ou poeira. Parente antiga do elegante violino, de sotaque urbano ou caipira, apresento a você, ela: a humilde Rabeca, instrumento de som bonito, que abre o coração e causa namorico.



Texto: Dr. Risoto de Carne Moída (Francis Severino)